O que eu achei de Mogli: O menino Lobo da Disney 2016

mogli o menino lobo 20162

Olá, meus leitores lindos! Hoje, eu tive o privilégio de conhecer em primeira mão o filme/live de Mogli – O Menino Lobo da Disney que estréia nos cinemas dia 14 de abril, já está bem pertinho! Esse ano eu já cansei de falar aqui no blog, a Disney está testando o coração dos fãs, é uma estréia atrás da outra! Depois do sucesso de Zootopia, é chegada a hora de conhecer a trajetória do garotinho abandonado na floresta e criado por lobos.

Baseada na clássica história do escritor Rudyard Kipling, MOGLI – O MENINO LOBO narra a saga de um garoto que foi criado numa família de lobos. Porém, Mogli não é mais bem-vindo na floresta quando o temível tigre Shere Khan, que carrega as cicatrizes de caçadores, promete eliminar o que ele vê como uma ameaça. Tendo que abandonar a única casa que ele já conheceu, Mogli embarca em uma jornada cativante de autodescoberta, guiada pela pantera, e também guru, Bagherah e o urso de espírito livre Baloo. Ao longo do caminho, Mogli encontra criaturas da selva que não têm exatamente melhores interesses no coração, incluindo Kaa, uma cobra cuja voz e olhar sedutores hipnotiza o garoto, e o articulado Rei Louie, que tenta coagir Mogli para obter o segredo da flor vermelha indescritível e mortal: o fogo.

Eu assisti a versão em 3D á convite da Disney em uma cabine de imprensa, por isso assisti antes da data, eu me atrapalho um pouco com versões 3D e acabo não aproveitando 100% por causa do meu óculos de grau (quem usa por aí também tem esse problema? tem dicas?) e acho que acabo não vendo completamente o efeito haha, mas o que eu consegui avaliar e o que o Mauricio (que assistiu comigo) comprovou é que os efeitos em 3D ficaram super realistas! Aliás, a produção está muito realista, a forma como os produtores deram vida aos animais digitalmente criados está perfeito. O único personagem que ambos não achamos que combinou com toda a composição foi o Rei Louie, na telona os movimentos ficaram um pouco estranho, mas foi a única coisa significativa que vimos!

Eu assisti a versão legendada do filme (só assisto filmes com legenda, gosto do áudio original) e gostei muito dos atores que foram escolhidos para dublarem os personagens animais, achei que as vozes combinaram muito e a escolha do ator mirim, Neel Sethi, de 12 anos foi um grande acerto, dá para entender porque o garoto foi escolhido dentre milhares de candidatos, tenho certeza que o futuro do garoto tem grandes chances de ser brilhante! Mal posso esperar para ver o making-off das cenas porque imagino o quanto foi difícil para o garoto imaginar que estava interagindo com os animais já que ele era o único ator sem retoques digitais. A única coisa que fiquei chateada foi a falta de cenas com a Kaa, ela aparece só em uma cena bem rapidinha e depois some do filme!

THE JUNGLE BOOK - Lupita Nyong'o voices Raksha, a mother wolf who cares deeply for all of her pups—including man-cub Mowgli, whom she adopts as one of her own when he's abandoned in the jungle as an infant. "She is the protector, the eternal mother," says Nyong'o. "The word Raksha actually means protection in Hindi. I felt really connected to that, wanting to protect a son that isn’t originally hers but one she’s taken for her own." Photo by: Sarah Dunn. ©2016 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.mogli o menino lobo 2016 mogli o menino lobo 20163 mogli o menino lobo 20164 mogli o menino lobo 20165 mogli o menino lobo 20166Neel-Sethi-is-Mowgli

No Brasil, os fiéis amigos de Mogli, o urso Baloo e a pantera Bagherah, são dublados por Marcos Palmeira e Dan Stulbach. Julia Lemmertz dá vida à Raksha, a mãe-loba. Emprestando sua voz à misteriosa serpente Kaa está Alinne Moraes, o temido tigre Shere Khan e o malandro orangotango Rei Louie recebem, respectivamente, as vozes de Thiago Lacerda e Tiago Abravanel.

Algumas pessoas me perguntaram sobre a trilha sonora, houve só uma música marcante na trilha sonora do filme cantada pelos animais, fiquei feliz da canção escolhida ter sido “The Bare Necessities” ou “Somente o necessário” que é a minha preferida e que adoramos cantar para minha sobrinha aqui em casa haha – porque ela segue bem a filosofia de vida do Baloo.

Sobre o enredo confesso que esperava um pouco mais de profundidade do que foi passado na história, gostei dos efeitos de última geração, mas achei que faltou “algo mais”, não que o roteiro seja ruim, mas depois de assistir outros live-actions da Disney esperava que a história do menino lobo me envolvesse um pouco mais. Porém, mesmo assim, Mogli – O menino lobo é um filme para emocionar (chorei sem pudor em alguns trechos) para rir, e para se impressionar, afinal, a tecnologia te fará acreditar que está dentro da selva mesmo. Não sou nenhum expert em filmes, como vocês bem sabem, mas como mera espectadora posso dizer que a estética, fotografia, direção e trilha sonora me agradaram muito e eu recomendo o filme.

E não posso terminar esse post sem falar do Gray <3 <3 to apaixonada pelo irmãozinho mais novo do Mogli, um dos pontos altos do filme são os momentos em que essa fofurinha aparece <3 <3

gray mogli o menino lobo 2016

Bora para o cinema?

mogli the jungle book

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *