Belle resenha
Autor:  Lesley Pearse
Título Original: Belle
Editora: Novo Conceito
Nota: 3

Sinopse:

Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade? Autora # 1 bet-seller, Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso.

Resenha: Belle conta a história de uma garota que é obrigada a largar sua juventude e tornar-se adulta, uma jovem corajosa e forte que passa por situações traumatizantes e mesmo assim continua firme e forte.

Belle é um livro que divide opiniões… algumas amigas minhas adoraram, eu, particularmente, achei o livro muito extenso e maçante, talvez porque o livro tem um enredo de um tema que é pesado, exploração sexual – no meu caso em específico é um assunto que me deixa desconfortável, toda vez que leio algo sobre isso me sinto mal porque me sinto na pele dessas mulheres, afinal, poderia acontecer com qualquer uma, ainda mais em 1900!

Algo que eu fiquei muito impressionada foi a coragem de Belle, admiro o fato da autora trazer uma mulher tão forte apesar da pouca idade, algo que eu tenho notado nos últimos livros que eu li é o fato das mocinhas representarem um papel fraco e cheio de “mimimi”, isso não é algo que você encontrará em nossa personagem principal.

O cenário é bem detalhado, tenho certeza que a autora fez um bom estudo de campo antes de escrever porque fica claro o domínio geográfico e temporal. É fácil ser transportado para a Europa e EUA, especialmente, Nova Orleans que é uma cidade que eu me apaixonei desde as obras de Anne Rice – uma pena que o furacão Katrina tenha devastado a cidade e tantos pontos turísticos que eu sonhava em conhecer por causa dos meus livros.

Além de Belle, alguns personagens me cativaram, Etienne, Noah e Jimmy são homens incríveis, apesar de muito diferentes que eu adorei conhecer. Etienne em específico era um personagem que eu adoraria conhecer melhor.

O final de Belle me surpreendeu pelo rumo que a história tomava, porém, fiquei chateada pelo fato desse momento não ter sido estendido, passei o livro inteiro querendo saber o final e achei que depois de enrolar e enrolar, o mais interessante foi sucinto.

Em suma, Belle pode ser um livro incrível se você tiver estômago e paciência – não foi o meu caso. Não posso opinar sobre tipografia, papel e capa porque li a versão ebook. De qualquer forma, por Belle ser uma leitura dinâmica eu te aconselho a ler e tirar suas próprias conclusões, uma vez, que não se trata de mal escrita ou uma história ruim, mas sim do leitor.

E você, o que achou do livro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *