Extraordinário

extraordinario
Autor: R. j. Palacio
Título Original: Wonder
Editora: Intrínseca
Nota: 5
Adicione no Skoob | Compre

Sinopse:

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade – um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.

Notas

resenha extraordinario

Acredito que livros como Extraordinário são essenciais em nossas vidas, é uma forma de te dizer “Pare de reclamar, agradeça pelo o que você tem”

Resenha: Eu ganhei esse livro de presente de aniversário da Juh claro, demorei um pouco para começar a leitura, e fui idiota o suficiente pra ler ao mesmo tempo que Como eu era antes de você, foi um combo emocional que olha… difícil lidar com tantos sentimentos! Mas, devo dizer que foi ótimo ler os dois ao mesmo tempo porque são dois livros muito bons.

resenha de extraordinario 3 august

Extraordinário conta a vida de Auggie, um garotinho que sofre de uma doença rara, a história é narrada por diversos personagens de forma que nós podemos entender como cada um que convive com o garotinho, vê o contexto geral. Extraordinário foi um livro que me tocou muito porque eu tenho uma sobrinha de sete anos, e por ela, eu já consigo ter a noção que bem… crianças podem ser maldosas, nossa iniciação no colégio nem sempre é fácil. Isso quando temos uma aparência considerada “normal”, para Auggie que tem uma deformidade, o nível de dificuldade sobe alguns níveis. Auggie sofre de disostose bucomaxilofacial, a Síndrome de Treacher Collins, é uma doença genética que atinge 1 de até 70 mil pessoas!

SÍNDROME DE TREACHER COLLINS extraordinario rj palacio
Portador da Síndrome em nível “Leve”, há casos mais graves, mas esse é o que eu acredito ser próximo ao Auggie pela descrição no livro

Confesso, que durante a leitura eu me peguei pensando em quantas vezes eu mesma não fui muito gentil com algumas pessoas, o livro te faz pensar em como temos essa mania de julgar – pelo menos a grande maioria, nem sempre de próposito, mas como uma ação que parece despretensiosa pode ser encarado por aquele que é vítima do ato? O livro não fala só sobre pessoas especiais, mas fala sobre a gentileza em si, ser gentil não dói e só nos faz pessoas melhoras e torna o mundo inteiro melhor. É sempre bom lembrar que a mudança do mundo começa em nós.

“Como um cordeiro indo para o abate”: o que se diz sobre alguém que vai tranquilamente a algum lugar, sem saber que algo desagradável está prestes a acontecer.”

Acompanhando o dia-a-dia de Auggie e a cada dificuldade superada, eu fiquei cada vez mais orgulhosa desse garotinho de 10 anos que sabe muito bem o que acontece a sua volta e se esforça ao máximo para ter uma vida normal, meu coração apertou em diversas páginas onde as pessoas eram más com ele. Dentro da escola, temos esse garoto, Julian, que é o principal “vilão” de Auggie, faz de tudo para encher o saco.

resenha de extraordinario

Extraordinário tem uma característica que eu gosto muito, dentro do livro ele cita outros livros, o que sempre me deixa curiosa para conhecer outras obras. O mais citado é o Diário de um banana de JeffK ineney, que aqui no Brasil é publicado pela V&R Editoras.

“Acho que é como o toque do queijo, do livro Diário de um banana. As crianças tinham medo de encostar em uma fatia de queijo mofado na quadra de basquete. Na minha escola, eu sou o queijo mofado.”

Depois do Auggie, a personagem que eu mais gostei foi a irmã dele, Olivia, ou Via para os mais intímos. Apesar do dia-a-dia de Auggie ser bem complicado pela doença, Via é aquela que acaba ficando de lado pelos pais, já que o irmãozinho exige tanta atenção, e toda vez que ela chega em algum lugar é resumida a “irmã-do-garoto-estranho”. Durante o livro nós percebemos a batalha interna que a adolescente passa, ela não quer sentir raiva ou vergonha do irmãozinho, mas é humana e ainda muito jovem para entender toda a complexidade do que sente, considero que seja normal que ela se sinta mal com a situação. Via é uma garota super inteligente, dedicada, sensível e vê o mundo por uma ótica bem diferente – talvez, pela presença do irmão em sua vida.

“Termine Guerra e paz em outubro. É maravilhoso. As pessoas acham que é uma leitura difícil, mas é só um enorme romance, repleto de personagens que se apaixonam, brigam por amor, morrem por amor. Quero me apaixonar desse jeito um dia. Quero que meu marido me ame como o príncipe Andrei amava Natasha.”

resenha de extraordinario 3 jack

Jack é um dos amigos de Auggie, meu sentimento com o Jack foi bem dividido com o passar do livro, mas no fim eu acabei entendendo todas as motivações para cada ação. É bem complexo se imaginar na pele dessas crianças, porque o ser humano tende a ser egoísta e na infância nós ainda não desenvolvemos certos filtros de caráter e pensamento.
A única personagem que se mantém muito fiel aos seus ideais mesmo sendo tão jovem é Summer, ela se torna amiga de Auggie logo no ínicio, é totalmente livre de preconceitos e não dá a miníma para o que as pessoas pensam dela! ela é uma personagem um tanto motivadora!

– Pensei muito sobre isso – falou a segunda múmia, séria – e acho que, se eu fosse como ele… sem brincadeira, acho que ia me matar.
– Não ia nada – retrucou Darth Sidious.
– Sério, de verdade – insistiu a mesma múmia. – Não consigo nem imaginar me olhar no espelho todo dia e me ver daquele jeito. Seria ruim demais. E todo mundo me encarando o tempo todo.

Eu não sei muito o que falar sobre esse livro porque ele é de uma sensibilidade tão grande, que o que eu posso dizer pra vocês é : Leiam! Cada pessoa vai ter uma impressão diferente do livro, ele é incrível e nos faz enxergar a vida com outros olhos, é um daqueles livros que a gente pensa por um tempo depois que leu. Acredito que livros como esses são essenciais em nossas vidas, é uma forma de te dizer “Pare de reclamar, agradeça pelo o que você tem”

– ” Mais gentil que o necessário” – repetiu – Que frase maravilhosa, não é? Mais gentil que o necessário. Porque não basta ser gentil. Devemos ser mais gentis do que precisamos. Adoro essa frase, essa ideia, porque ela me lembra que carregamos conosco, como seres humanos, não apenas a capacidade de ser gentil, mas a opção pela gentileza.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *