Filme Maze Runner – Correr ou Morrer

Esse post está um tanto atrasado, mas pelo menos consegui antes da estréia do filme. Ufa! No dia 6 desse mês fui conferir o filme Maze Runner – Correr ou Morrer (agradecimentos a V&R editoras que sempre me trata tão bem!).

Em Maze Runner um grupo de jovens sem memória é aprisionado dentro de uma clareira, eles não se lembram nada de suas vidas, não sabem porque estão ali, quem os colocou ali e não fazem idéia de como sair. Assim, são obrigados a criar seu próprio sistema hierárquico e distribuição de tarefas para garantir a sobrevivência. Todos estão conformados com a situação e com a prisão, uma vez que já tentaram de tudo e nada parece tirá-los dali, até que Thomas chega na clareira. Curioso e inconformado, ele irá tentar de tudo para se livrar daquele inferno.

resenha filme maze runner
O filme é uma adaptação dos livros do autor James Dashner que aqui no Brasil são publicados pela V&R, eu não li os livros ainda – ok, podem ficar bravos, mas realmente ainda não consegui, espero ler em breve, já que muita gente já indicou e eu gostei do filme! Então, a resenha do filme vai ser completamente imparcial, mas para quem está curioso para saber se o filme está fazendo jus ao livro, o que eu ouvi na sala de cinema é que houveram mudanças, mas o filme se tornou um complemento dos livros em algumas questões que ficaram abertas.

maze-runner-series3Como uma pessoa que não leu os livros, posso afirmar que caso você precise da companhia de alguém que não leu e está preocupado, não fique, eu me senti ambientada em todos os momentos e não me restaram pontos confusos, fiquei o tempo inteiro muito atenta e em nenhum momento entediada. Muita gente chama atenção só para o Dylan O’Brien, já que ele é o novo “galã” adolescente, mas a interpretação de Thomas Brodie-Sangster (que fez parte da série Game Of Thrones) ficou ótima também, a Kaya Scodelari que interpreta Teresa para mim continua com a mesma cara da personagem Effy (seriado Skins), eu não curto a atriz porque acho que ela faz a Kristen Stewart sempre com expressão blasé.

dylan maze runner
O filme teve um orçamento baixo em relação a maioria das produções hollywoodianas, mas não deixou a desejar por causa disso, os efeitos de fotografia e jogo de câmeras, nos presentearam com um conjunto harmonioso.

O filme tem a direção do estreante em longas, Wes Ball, que logo em seu primeiro longa-metragem teve um desafio enorme em mãos, deixar fãs do mundo inteiro felizes ao ver seu livro do coração se tornar realidade. Eu li algumas entrevistas com o diretor e a que mais me chamou atenção foi a respeito de como ele pensou no labirinto:

[…] E, apesar de um orçamento limitado, Ball abraçou o desafio de elaborar um labirinto que era o mais real possível. “Eu queria fazê-lo parecer como se fosse crível, que não era apenas a magia“, diz ele. “Este não é um labirinto de Harry Potter. Tentamos torná-lo real o máximo que pudemos”.

Ele começou com a altura das paredes. “Nos livros, ele diz que são 120 metros. Quando eu comecei a fazer a minha pré-visualização, eu poderia projetar paredes que tinham 120 metros, mas aí eu vi que, se tivessem 120 metros, você não poderia colocá-lo em um frame. Não seria uma imagem interessante “, diz ele. “Acabamos nessa zona de 30 a 45 metros, o que fazia sentir a sua grandiosidade o suficiente para que você se sentisse numa prisão, mas eles não eram tão grandes a ponto de só olharmos o concreto o filme inteiro.” O labirinto, diz ele, torna-se mais ameaçador, mais imponente por estar ciente dos topos das paredes. (Maze Runner Brasil)

labirinto maze runner
Em termos de roteiro, eu senti falta de mais atenção para os personagens secundários, Thomas é claramente o personagem principal e o filme é bem focado nele, eu gostaria de conhecer um pouco mais do resto dos personagens, mas acredito que como é o primeiro filme de uma série, é normal que mais pra frente outros personagens sejam desenvolvidos. Fui capaz de entender bem a história sem ler o livro, isso para mim foi essencial, até porque é importante sempre lembrar que livro e filme são mídias completamente diferentes e que não tem como serem exatamente iguais.

Confira o Trailer, o filme estréia 19 de Setembro (sexta-feira)

0 thoughts on “Filme Maze Runner – Correr ou Morrer

  1. Oiee =)
    Ainda não li essa série, e não me interessou muito ir ver o filme, não sou muito pra esse tema, gosto mais de uma comedia, romance ou até desenho ( coisa que vejo muito já que sou babá) rsrs
    Mas pelo que estou vendo da imagem foi uma bela adaptação, que labirinto lindo!
    Beliscões da Máh <3

    Blog | Twitter ||Instagram

  2. Olá.
    Poxa, fico contente em saber que não devo ficar com medo de ir ver sem ler. Eu realmente gostaria de ler antes, mas pelo jeito não dará. Eu adorei a critica, e só pela trailer comprovo que o que você disse é realmente verdade. Por ser um primeiro volume de uma série, acho que os personagens secundários irão ser mais explorados nos próximos filmes. Enfim, é isso.

    Att
    Pedro S.

  3. Eu to surtando aqui
    AAAAAAA preciso ver esse filme HUASHUSA’

    Só vou poder assistir sexta, e cada vez que leio uma critica fico mais ansiosa kkkkkkk’

    maisumleitor.wordpress.com

  4. Oi Sté, nossa, o filme já estreia amanhã e eu ainda não li o livro que peguei emprestado há meses… acho que mesmo não lendo vou assistir no cinema, e que bom que dá para entender mesmo sem ter lido.

    Gostei do trecho da entrevista do diretor sobre o labirinto. É realmente complicado as vezes colocar o que tá no livro em algo possível de gravar e ficar uma coisa interessante, bom, acho que ele se saiu bem, porque as cenas do labirinto que eu vi no trailer estão ótimas. Aliás, o trailer está muito bom, e isso me faz querer ainda mais assistir.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/

  5. Olá

    Tenho uma amiga que leu toda a série e foi correndo assistir o filme e curtiu bastante. Eu tenho bastante interesse pelo filme, principalmente por conta desses cenários muito bem detalhados. Eu acabei pegando o primeiro volume emprestado, mas ainda não li. Estava dando uma olhada e a narrativa no presente me deixou um pouco desanimado, espero que eu aprecie a leitura mesmo com esse estilo de narrar que não curto muito. Vou conferir o filme na próxima semana.

    Abraço!
    http://www.umomt.com

  6. Que amor da editora com vocês <3
    Eu tambem tenho ótimas recomendações do livro, mas ainda não li.
    Vou ter que ir pro cinema as cegas hahaha
    Mas acho que é bom fazer isso as vezes, para ter uma visão imparcial.
    Que bom que o diretor conseguiu fazer algo de qualidade mesmo com o baixo orçamento. Espero assistir assim der =)

    Beijiinhos ;*
    Andressa – Blog Mais que Livros

  7. Eu li só o primeiro livro, e estava curiosa para ver uma comparação, pena que você ainda não leu! rs… Mas já matou um pouquinho da minha curiosidade dizendo que as pessoas comentaram que o filme se tornou um complemento do livro em algumas questões que ficaram abertas, apesar de não saber se gosto disso. Que bom que mesmo sem a leitura você não ficou perdida, é assim mesmo que tem que ser, afinal, é outra linguagem e muita gente não lê antes de assistir.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

  8. AMEEEEEEEEEEEI O FILME!

    Não sei se o filme é parecido com o livro (a maioria não é) Mas eu adorei, sai da sala do cinema e fui direto comprar o livro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *