Fiquei com o seu número

fiquei-com-o-seu-numero
Autor:  Sophie Kinsella
Título Original: I’ve Got Your Number
Editora: Editora Record
Nota: 4,3

Sinopse: A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal.

Fiquei com seu número é um Chick-lit leve e super divertido, com toques de romance e humor. 

 

Atributo Nota
Capa 5
Enredo 4
Escrita 4,5
Personagens 4
Final 4
Classificação geral 4,3

Eu ainda não tinha lido nenhum livro da Sophie, mas ela já havia sido super bem recomendada pra mim! E eu assisti o filme da Becky mais de uma vez, então escolhi Fiquei com seu número para sair da ressaca intensa que eu fiquei depois de terminar Como eu era antes de você – e funcionou!

Poppy é uma fisioterapeuta completamente atrapalhada, mas, sua vida parece ter tomado um rumo quando ela encontra Magnus, seu lindo e inteligente noivo! Magnus Tavish, faz parte de uma família onde todos são acadêmicos e absurdamente inteligentes, apesar de se sentir um tanto deslocada dentro da família de Magnus, Poppy, não vê a hora de subir no altar! Enquanto o casamento é organizado, ela carrega em seu dedo o valioso anel de noivado que está há 3 gerações na família do noivo… ou carregava até uma das reuniões com suas amigas. Poppy fica completamente desesperada quando perde o anel, praticamente revirando o local de cabeça para baixo! Quando percebe que não adianta revirar o local ela deixa seu número de celular para caso haja alguma notícia… Mas não bastasse o drama com a perda do anel, seu celular também acaba sendo perdido! Mas, em o que parece ser o único golpe de sorte da noite, ela encontra um celular dentro de uma lixeira, agora ela não precisa se preocupar com o fato de encontrarem o anel e não encontrá-la… mas, será que realmente fora sorte encontrar o tal celular? O mais engraçado da Poppy é que ela faz coisas muito absurdas para recuperar o anel e esconder da família do noivo que perdeu o tal anel, ela é tão atrapalhada que é impossível não se ver rindo.

Sam é o dono do tal celular, e está disposto a perseguir Poppy até conseguir o aparelho de volta – aparelho que está cheio de informações da empresa White Globe, qual Sam faz parte. Sam é o oposto da toda saltitante e otimista Poppy, ele é bem mais reservado e direto na maioria dos assuntos de sua vida, portanto, o aparecimento repentino da fisioterapeuta não o deixa nada feliz, em meio a emails e sms os dois vão se conhecendo afim de resolver o problema envolvendo o tal aparelho.

Um problema da poppy é que ela é muito ingênua e quer a todo custo agradar a todo mundo, mas ao decorrer do livro, acompanhamos o amadurecimento da personagem devido a muitos fatores e acontecimentos. O livro vale muito a pena, como vocês sabem eu prefiro manter sucinta a resenha para vocês entenderem sobre o livro e saberem se eu gostei ou não, mas sem liberar spoiler! Se você está na ressaca de Como eu era antes de vocês, mais do que recomendo esse livro! haha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *