Louca por você

resenha louca por voce
Autor: A.C. Meyer
Título Original: Louca por você
Editora: Editora Universo dos livros
Nota: 2,8

Sinopse:

Julie é uma mulher de 28 anos que tem um grande sonho. Ser cantora. Ela foi criada pela família de seus vizinhos junto com seus dois filhos: Johanna, a melhor amiga de Julia; e Daniel, o grande amor da vida dela, que infelizmente só a vê como a irmã mais nova. Com o passar dos anos Julie se contenta em trabalhar no badalado bar de Daniel e observar Daniel com suas conquistas diárias enquanto torce, espera que um dia ele a note como algo mais que uma irmã. Daniel proibiu terminantemente que Julie se apresente em seu bar (e em qualquer outro lugar) até que um imprevisto acontece enquanto Daniel não está na cidade e Julie toma a liderança da banda do bar tomando posse de uma nova parte de si mesma. Será que Daniel resistirá aos encantos da nova Julie ou ainda a verá apenas como uma irmã mais nova?

Notas

louca por você nota

Resenha: 

Ai gente, esse livro.

Muitos feelings. Na verdade não, os feelings foram poucos, as opiniões é que são muitas.

Bom, vocês sabem que eu não sou de contar spoiler então só vou dizer minhas impressões do livro ok? Em primeiro lugar, eu li tudo em algumas horas, sério, o livro termina muito rápido. Eu não conhecia nada sobre ele quando o comprei numa Livraria Cultura enquanto voltava do trabalho e simplesmente não resisti à premissa de dono do bar + artista. Quem nunca?

O livro é um romance hot hot e não recomendado pra quem não gosta de literatura com cenas de sexo ok? É sempre bom lembrar. Conhecemos a história de ambos os pontos de vista, de Julie e de Daniel, que além de terem crescido juntos durante a adolescência, atualmente são vizinhos no mesmo prédio. 

IMG_20140918_111054

Julie é uma gracinha e você logo simpatiza com ela. Mesmo eu que não tenho paciência para mocinhas a la “ele não me ama mas eu continuo esperando” não consegui desgostar totalmente dela. Além disso, fica muito difícil desgostar de uma garota que tem /início de um surto/ O MELHOR AMIGO GAY DO MUNDO /fim do surto. Sério gente, eu ri tanto com o George, que acordei as pessoas no ônibus (onde consigo um tempinho pra ler). Os diálogos entre eles são engraçadíssimos enquanto vemos George tentar pôr algum juízo em Julie com seu amor não correspondido. Outra presença constante na história é Johanna, melhor amiga de Julie com quem foi criada.

Daniel é daqueles caras bonitões, sexy, desmancha calcinhas e como se tudo isso não bastasse, é junto de outros amigos, sócio e dono de um bar, o After Dark. Claro que Daniel é um solteirão convicto que apenas usa as mulheres para satisfazer suas necessidades diárias e apenas e há apenas três mulheres em sua vida de quem ele nunca abriu mão: sua mãe, sua irmã Johanna e Ju. Ju é como uma irmã para Daniel e como tal, é seu dever cuidar dela e mantê-la a salvo dos predadores (como ele) que existem por aí, nem que para isso precise impedir que ela realize seu maior sonho (egoísta o moço não?).

A vida de ambos sofre uma mudança quando Daniel está fora da cidade e a banda do bar fica sem vocalista no dia de maior lotação. Felizmente para Julie, ela é a única opção de Rafe (sócio de Daniel) e o que era um imprevisto se torna a maior oportunidade da vida de Julie! O problema é que Daniel não aprovará a mudança quando retornar de viagem. E mais ainda, com o novo posto de vocalista, Julie se viu forçada (por sua fada madrinha gay – George) a mudar todo seu visual e se tornou o sonho sexy que todo frequentador do bar, inclusive o guitarrista sexy da banda, Alan. Quando Daniel retorna seu mundo está de ponta cabeça! É impossível resistir à voz de Julie e seu novo e confiante jeito de ser. Será que Daniel vai se manter distante e deixar o caminho livre para Alan?

Agora, não me batam, mas o livro em sua maior parte, prometeu e não cumpriu. Ele passa super rápido, carece de detalhes e de construção dos personagens. Eu queria saber mais sobre o Alan, sobre o George e até mesmo sobre Julie e Daniel, mas passa tudo batido na história corrida. Julie é muito infantil para uma mulher de 28 anos, Daniel não convence totalmente e a relação deles passa de “nada” para “tudo” muito rápido!

O que eu não posso deixar de dizer é que esses defeitos não me impediram de gostar do livro. Como eu disse, eu ri muito com as situações e diálogos que envolviam o George, que é um personagem caricato mas diverte. Os momentos hot hot também passam batido mas conseguem satisfazer a curiosidade. O final é satisfatório mas superficial. Resumindo, não é UM GRANDE ROMANCE QUE TE TIRA O CHÃO mas não deixa de ser uma leitura divertida, leve e com risadas garantidas. Lembra um pouco o filme “Showbar” sabem? Aquele que vira e mexe passa na Sessão da Tarde com a Piper Perabo e um cara gatinho que nunca mais fez outro filme. Pois bem, mesma proposta: pouca substância mas bom entretenimento.

O que realmente me incomodou nesse livro é que, após a leitura descobri que estava lendo um nacional! Dá pra acreditar? Todo o livro se passa nos Estados Unidos, os personagens são americanos e até mesmo o nome da autora é “americanizado”. Eu nunca desconfiaria, só fiquei sabendo porque consta na contracapa e apesar da autora provavelmente ter tido seus motivos eu fiquei realmente muito incomodada após a leitura.

O livro terá sequências e eu posso tentar adivinhar que serão mais duas, já que o número de sócios do bar são 3 (Daniel, Zach e Rafe) e no final de “Louca por você” já temos uma pequena abertura para a sequência. Ficam por aqui as minhas opiniões e deixo pra vocês a lembrança que nem sempre um livro tem que ser tecnicamente perfeito pra te divertir. Até porque tem horas em que tudo que a gente precisa é rir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *