Meu inverno em Zerolândia

meu-inverno-na-zerolandia
Autor:  Paola Predicatori
Título Original: Il mio inverno a Zerolandia
Editora: Suma de Letras
Nota: 3,8
Adicione no Skoob | Compre

Sinopse:

Romance de estreia da italiana Paola Predicatori, Meu inverno em Zerolândia é a história de uma perda, da vida escolar conturbada e dos caminhos desajeitados e incertos que o amor pode tomar. Alessandra tem 17 anos quando sua mãe morre. Sua dor é como uma redoma e quando retorna à escola, se afasta dos amigos e vai sentar junto a Gabriel, conhecido como Zero, a nulidade da turma. Deseja apenas ser ignorada, como acontece com ele. Zero, porém, é mais interessante do que parece. Em sua falsa indiferença, é atento e sensível. É ele quem socorre Alessandra, aparecendo inesperadamente ao seu lado quando ela precisa de ajuda. Viram um par: Zero e Zeta. Aos poucos, um sentimento indefinível ganha forma entre as paredes da classe e a praia de inverno, surgindo uma história delicada e forte que mudará para sempre a vida desse casal de adolescentes. De maneira realista, Meu inverno em Zerolândia mostra a juventude italiana e seu cotidiano, em uma história dura e envolvente, capaz de mostrar que a soma de dois zeros não é zero, mas sim dois.

Notas

resenha meu inverno em zerolandia

Meu inverno em zerolândia retrata fielmente o cotidiano de dois adolescentes italianos

Resenha: Eu comecei o livro com muita expectativa, fiquei apaixonada pelo trabalho gráfico de capa e a sinopse logo me laçou. Mas, o livro acabou se mostrando, apesar de muito bem escrito, um tanto tedioso.

Alexandra, acaba de perder sua mãe, ela não consegue mais ser a garota empolgada, rodeada de amigos e “fútil” como qualquer outra adolescente, as conversas sobre os garotos da escola, roupas, maquiagens e as fofocas das celebridades perdem completamente o sentido perto da dor que ela enfrente pela perda tão precoce da mãe. A forma carinhosa como ela se lembra da mãe é ótima, a coisa da gente ver a felicidade em cada pequeno detalhe que muitas vezes passam despercebido por nós.

“[…]Eu sei por que a mamãe gostou tanto daquele filme. Também esperava sua história de amor, aquela verdadeira, que ela não esqueceria nunca, que reviveria em suas lembranças, sempre com a mesma intensidade. Penso que deseja um homem que sem ela se sentisse perdido, que a levasse sempre consigo, aonde quer que ela fosse. Só que, primeiro, esse homem nunca existiu, e depois não houve mais tempo.”

Zero ou Gabriel, é um garoto problemático, possui uma família nada convencional e um temperamento díficil, uma proteção que ele acabou precisando aprender devido a vida nada cor de rosa de um adolescente. Ele é bem fechado, todos na escola apelidaram ele de Zero por seu comportamento com os professores.

Quando Alexandra decide mudar de lugar onde senta no colégio e ficar próxima de Zero tudo que ela espera é que as pessoas esqueçam que ela exista, mas aos poucos ela começa a esperar conhecer mais de Zero, a tarefa não é fácil! Ela é ignorada muitas vezes, não estamos falando de um livro onde a mocinha “conserta” o garoto problemático, não é bem assim…

O livro me pareceu morno, eu não odiei e nem amei. Eu senti falta de alguma acontecimento mágico haha, alguma coisa que me deixasse muito empolgada com o livro! Achei que ele é normal, podia estar escrito naquele livro o meu dia a dia, o seu dia a dia, sabe? Mas, o livro deixa uma mensagem bem forte, martela o tempo inteiro: Não temos todo o tempo do mundo, valorize pequenos momentos e faça de cada gesto com a sua família algo que você não vá se arrepender depois, a escrita da autora é impecável, cheia de detalhes.

Por último, eu queria deixar aqui registrado que eu AMO o fato da Editora Suma de Letras trazer para o Brasil autores italianos, apesar de o livro que acabei de resenhar não ter entrado para o meu hall de preferidos, os cenários são lindos e muito bem detalhados, é legal sair do comum dos Estados Unidos e Inglaterra.

Adicione no Skoob 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *