Noites de Tormenta

resenha noites de tormenta
Autor:  Nicholas Sparks
Título Original: Nights in Rodanthe
Editora: Editora Novo Conceito
Nota: 4
Sinopse:

Noites de Tormenta acompanha as vidas de Adrienne Willis e Paul Flanner. Ela, uma mulher de 60 anos que dedicou a vida aos filhos, netos e ao trabalho, e que ainda acredita no amor como condição essencial para uma vida plena. Ele, um médico conceituado, com problemas de relacionamento com o filho. Ela busca refúgio em Rodanthe, pequena cidade na Carolina do Norte, indo passar um fim de semana na pousada de uma amiga. Ali espera encontrar a tranquilidade de que precisa desesperadamente para refletir sobre os conflitos que a angustiam. Pouco depois de sua chegada à pousada, ouve-se a previsão de uma grande tempestade, e o Dr. Flanner chega à cidade. Único hóspede da pousada, ele não está atrás de um final de semana de descanso, e sim enfrentando uma crise de consciência.  A dinâmica narrativa, com vai e vem entre passado e presente, revelará dúvidas, conflitos, contradições, cicatrizes e dores carregadas pelo destino que uniu esse casal, e o efeito que essa união trouxe para o amadurecimento familiar de ambos os lados.

Resenha:

Como em todos os livros (ou grande parte deles) de Nicholas Sparks suas lagrimas não serão poupadas, eu achei o livro bem tocante até por sua mensagem principal ser de que não há idade ou momento na sua vida para encontrar um grande amor – e não seja pessimista, grandes amores existem fora dos livros também, considere essa obra como uma injeção no seu ânimo caso você não tenha encontrado a tampa da sua panela.

Para quem é mais velho, próximo a idade dos personagem 40-60 anos o livro pode se tornar uma oportunidade para repensar na própria vida, algo que os personagens também faze, já para quem está por volta dos 20 anos, que é o meu caso, acho que vale muito a pena refletir aquilo que você considera “vencer na vida”, será que os valores que você procura são realmente coisas de valor? Eu me peguei pensando se aquilo que eu tenho buscado em todas as minhas atitudes realmente vai me fazer feliz lá na frente.

Adrienne passou por uma grande desilusão, depois de anos se dedicando a família  o marido pede o divórcio para ficar com uma moça mais nova do que ela, para amenizar a situação uma amiga sua pede que ela cuide de uma pousada, afasta de tudo, além de um favor essa também seria uma oportunidade de relaxar e se dar um tempo longe dos filhos.

Paul está a procura do acerto de sua vida, sua relação com seu único filho é praticamente inexistente, algo que ele pretende mudar depois de passar pela pequena cidade de Rodanthe para resolver um assunto pendente com a família de uma de suas pacientes.

É nesse cenário que os dois personagens se conhecem, com histórias diferentes, no entanto, têm em comum o fato de precisarem mudar o status de sua vida e isso estar causando uma crise. Achei muito interessante a forma como os personagens trocam suas experiências de vida e como juntos vão encontrando algo único, confesso que quando comprei o livro fiquei com o pé atrás porque não costumo ler livros onde os personagens principais tenham mais do que 30 anos, foi surpreendentemente bom!

A evolução dos personagens, relacionamentos de família e relacionamentos amorosos são bem detalhados e seu desenrolar foi realmente bom. Apesar de ter um toque clichê o livro vale a pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *