O noivo da minha melhor amiga

o noivo da minha melhor amiga resenha
Autor: Emily Giffin
Título Original: Something Borrowed
Editora:  Editora Nova Fronteira

Sinopse:

O Noivo da Minha Melhor Amiga conta a história de Rachel, uma jovem advogada de Manhattan. A moça, sempre vista por si mesma e por seus amigos como a “certinha” e bem-comportada, muda radicalmente no seu aniversário de trinta anos, após a festa oferecida por sua melhor amiga, Darcy. Meio deprimida por chegar aos trinta sem o marido e os filhos que imaginava ter a essa altura da vida, Rachel se excede na comemoração e termina a noite na cama com Dex, seu grande amigo de faculdade e noivo da sua melhor amiga. Até a noite em que ficou com Dex, Rachel era o modelo de filha e amiga perfeita, embora se visse como um fracasso. Nunca transgrediu as leis, nem mesmo as de horário de trabalho, ao contrário da egoísta, narcisista mas irresistível Darcy, em torno da qual Rachel e, posteriormente, Dex sempre orbitaram. Enquanto a boa moça e tímida Rachel teve alguns poucos namorados e conseguiu um emprego estável porém sem graça num escritório de advocacia, a linda e popular Darcy namorou todos os bonitões do colégio, construiu uma glamourosa carreira de Relações Públicas e sempre conseguiu tudo o que quis, inclusive manipular e obrigar Rachel a fazer o que desejava. E agora, após uma noite com o noivo da melhor amiga, Rachel acorda determinada a esquecer para sempre o fatídico encontro, mas acaba descobrindo que sempre amou Dex. E, apesar da amizade a Darcy, começa a perceber que ela não é exatamente o que se espera de uma melhor amiga. Narrado em primeira pessoa por Rachel, o livro ganha a simpatia do leitor pela empatia da protagonista, que expõe suas dúvidas e sentimentos de forma muito honesta e humana. E o final reserva grandes surpresas.

Resenha: Quando comecei a ler o livro, já havia visto o filme e por isso sabia como o livro iria terminar, mas esse fato não fez com que eu me sentisse menos interessada pelo livro, afinal, a escrita de Emily é divertida e contagiante.

O livro conta a história de Rachel e Darcy, duas amigas de infância que são completamente diferentes uma da outra – enquanto uma é popular e radiante, a outra é mais reservada e ao estilo “nerd”. Darcy vai se casar com o homem dos sonhos, Dex, é bonito, inteligente, bem sucedido e bem humorado, tudo que qualquer mulher amaria ter.  A história se desenvolve ao redor dos três personagens, seus sonhos, medos e conflitos de caráter e ética.

No ínicio do livro, é díficil tomar partido de algum dos personagens, é fácil amar Rachel e seu jeito doce mas ao mesmo tempo sentir raiva pelo o que ela fez com a sua melhor amiga e por seu jeito besta que a faz desistir de tudo aquilo que ela quer ao ser manipulada facilmente por Darcy.

Algo que eu gostei bastante foi a diferença entre o quê somos adolescentes imaginamos da nossa vida aos 30, e o que ela acaba de fato se tornando. Tenho dois irmãos na casa dos trinta anos e é bem interessante ver como a vida deles é bem diferente e muitas vezes diferentes do que eles imaginavam. Então, aqui temos a tal crise dos 30 e uma mudança brutal em forma de se pensar sobre o que é certo ou errado – muitas vezes nem tudo é branco ou preto.

A discussão sobre amizades saudáveis, ou não, também me cativou muito, acredito que muitas vezes ficamos presos a pessoas que conhecemos uma vida toda porque acreditamos que elas são ótimas pra nós e que já temos laços inquebravéis e não é possível perceber o momento em que estas pessoas começam a te fazer mal.

Concluindo, o livro de romance de Emily Griffin é apaixonante e te tratá boas risadas, é o primeiro livro que leio da autora, mas sem dúvidas quero muito mais!

E para quem quiser, o filme é uns 80% fiel ao livro:

resenha do livro o noivo da minha melhor amiga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *