Quem é você, Alasca?

quem e voce alasca resenha
Autor: John Green
Título Original: Looking for Alasca
Nota: 4

Sinopse:

“Quem é você, Alasca?” é o primeiro livro do John Green que todo mundo conhece como o autor de “A Culpa é das Estrelas”. O livro conta a história do Miles, seus questionamentos da vida e sua busca pelo “Grande Talvez”. Miles encontra uma grande chance de amadurecimento e aventuras ao mudar de escola, onde conhece seus novos amigos General, Takumi e “A” garota: Alasca. Depois disso Miles nunca mais será o mesmo.

Notas

resenha de quem e voce alasca

Resenha: Bom, apesar de Quem é você Alasca ser um livro teoricamente “antigo” (pelo menos para os padrões de lançamentos atuais), só recentemente eu consegui tirá-lo da minha estante e ler de verdade. A minha edição é a da Martins Fontes mas saibam que está saindo uma edição própria da Editora Intrínseca com a mesma capa da primeira edição lançada pela Dutton Books em 2005.

Dito isso, vamos aos finalmentes.

Vou começar dizendo que devido há inúmeros motivos eu demorei meses para terminar Quem é Você Alasca. Isso não quer dizer que ele seja chato ou ruim, e inclusive, tenho vários sentimentos sobre o livro para compartilhar com vocês. Não precisa fechar o link agora, eu não vou contar nenhum spoiler.

 Logo ao abrir o livro você vai notar que o John Green o dividiu em “Antes” e “Depois” de alguma coisa (claro que não vou contar o que é) . Bem no início nós conhecemos o pacato Miles, quem dará voz à história. Miles como a maioria dos personagens principais de John Green é um nerd de carteirinha que tem uma estranha fascinação pelas últimas palavras de pessoas famosas. E como um bom nerd, ou você o ama ou o odeia (eu amei <3) porque ele simplesmente é assim do jeito que é e pronto .

Miles vai de mala de cuia para uma dessas escolas internatos, a mesma que seu pai estudou, para ir em busca… 

… de novas aventuras?

… de uma namorada?

… de liberdade?

Não. Miles, só queria sair em busca dele mesmo, de um sentido, de uma profundidade, ou como ele mesmo chama “O Grande Talvez”.

resenha de quem e voce alasca john green

O que pode parecer bem introspectivo e clichê no início ganha ótimos aprendizados e aqueles quotes que você tem vontade de espalhar por todas as suas redes sociais.

Bom, ao chegar na sua nova escola Miles conhece seu colega de quarto, o louco e meio terrorista Coronel, Takumi e claro, “A” Alasca.

A Alasca é o grande ponto do livro não é mesmo? Ela é daquelas personagens que ora você tem vontade de ser igual e ora você quer apenas que ela desapareça da sua leitura. De qualquer forma, depois de conhecê-la dificilmente você será igual. Alasca é daquelas meninas únicas e Miles simplesmente molda seu sentido de vida em torno do pequeno mundo de Alasca e seus amigos.

Até que…

Bom, até que tudo muda. Aí você precisa ler pra saber.

Quem é você Alasca é um livro com muitos quotes, muitas dicas de como sobreviver à trotes e também alguns conselhos sobre como conseguir ser você mesmo em um mundo onde todos estão sempre querendo ser iguais aos outros. Vale a pena a leitura, mas se você já leu “A Culpa é das Estrelas” vai com calma aí. São leituras bem diferentes apesar de ambas possuírem o toque de “nerdisse” e a delicadeza que o John Green tem ao falar de coisas profundas e temas existenciais.

Eu tive uma avalanche de sentimentos com esse livro. Eu ri, me identifiquei (com o Miles), me entediei, gargalhei (com o Coronel), me identifiquei novamente (com a Alasca), chorei, ri, choquei…

Enfim, vou apenas dizer que vale a viagem. O destino (final do livro) talvez não agrade todo mundo mas é algo mais semelhante com a vida, algo que nem sempre conseguimos do jeito que queremos =x

Para encerrar, o quote mais famoso do livro. Quando Miles brilhantemente se compara com Alasca em um momento ao mesmo tempo fofo e desesperador:

“Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então eu voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela, um furacão.” 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *