Reconstruindo Amelia

reconstruindo amelia resenha
Autor:  Kimberly McCreight
Título Original: Reconstructing Amelia
Editora: Arqueiro
Nota: 5
Adicione no Skoob | Compre

Sinopse: Kate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição? Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas. Amelia está morta.

Notas

resenha reconstruindo amelia

O quanto você pode conhecer de um filho, na era da internet?

Resenha: Reconstruindo Amelia foi um livro que me surpreendeu muito, eu esperava um pouco do clichê de suspense em literatura juvenil, mas ele realmente extrapolou as minhas expectativas. O livro explora um tema muito delicado que é : O quanto os pais conhecem dos filhos na era da internet? Eu já entrei nesse tema com diversas pessoas, de lugares diferentes, sobre as dificuldades de criar um filho na era da internet, uma frase que me marcou muito foi “Meu filho está ali, sentado ao meu lado, mas com o celular na mão ele está dentro de um mundo que eu não tenho controle algum, mesmo que ele esteja sentado na sala comigo”. Exatamente isso que vivemos hoje, nossos pais não tem controle algum do que nós estamos vendo, com quem estamos falando e o que estamos fazendo.

Resenha reconstruindo amelia

Amelia nunca derá problemas para mãe, uma menina comportada, estudiosa e centrada, cheia de objetivos e sonhos para o futuro. De repente, em um dia como qualquer outro, Kate, mãe de Amelia, recebe uma ligação estranha da escola dizendo que Amelia teria sido suspendida e ao chegar lá ela descobre que a filha está morta, que após a pressão de ter sido acusada por plágio ela se suicidou. Kate fica completamente abalada, mas não questiona o trabalho da polícia até receber uma mensagem anônima “Amelia não pulou.”. Então começamos uma jornada longa com Kate onde era precisará encaixar mil peças para entender o que houve com a sua filha.

Sofri muito com a Kate conforme ela ia descobrindo o que estava acontecendo com a filha, acredito que não haja dor maior para uma mãe do que perder o único filho, mas pior do que isso é não entender o que houve. Kate é como a grande maioria das mães do século 21, é mãe solteira, trabalha muito, foi mãe jovem e faz o possível para cuidar da filha, equilibrando profissional e pessoal com muito sacrifício, acredito que a mãe de muitos de vocês seja assim.

Resenha reconstruindo amelia

Eu gostei muito do formato do livro, ele é composto por: posts de blog, mensagens de texto, registros de blogs, narração da Amelia e narrações da Kate. O formato faz o livro bem dinâmico e eu não senti deficiência de entender o ponto de vista de nenhum personagem, o livro não deixou brechas. Eu ainda ficou muito possessa com livros que IGNORAM a era que a gente vive, diz que o livro é sobre 2014, mas não menciona o Facebook, por exemplo.

Resenha reconstruindo amelia

O que mais me surpreendeu é que eu não consegui mesmo adivinhar nada do livro, cada pedaço que era desvendado eu ficava em choque hahaha e esse sentimento é muito legal! Eu não gosto de livros que eu consigo matar o final facilmente, bom, vocês sabem como é difícil eu classificar como 5 um livro, mas eu não tenho o que colocar defeito nesse livro. Uma leitura tanto para filhos como para os pais, um suspense que eu indico para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *