Resenha: Artistas de Ossos – Madeleine Roux (2.5 – Asylum)

resenha artistas dos ossos astylum
Autor: Madeleine Roux
Título Original: The Bone Artists (Asylum #2.5)
Editora: V&R
Nota: 3,8

Sinopse:Oliver é um adolescente que tenta economizar dinheiro para ingressar na faculdade e deixar para trás a loja de antiguidades de sua família. Mas para garantir seu sonho ele começa a trabalhar para uma organização sinistra, que se denomina “Artistas de Ossos”. Bem, mas dinheiro é dinheiro. Abrindo sepulturas e roubando ossos, ele aceita a missão pensando que isso seria uma fase momentânea, mas descobre que abandonar essa empreitada pode ter um custo muito alto, pois existem algumas dívidas que não podem ser pagas. Assim Artistas dos Ossos é um puzzle importante que faltava para os fãs da série Asylum. “

Atributo Nota
Capa 5
Enredo 4,5
Escrita 4,5
Personagens 3
Final 2 (lembrando, não li a série!)
Classificação geral 3,8

Resenha:  Apesar de diversas vezes ter lido sobre a série Asylum, ela ainda não tinha chamado tanto a minha atenção ao ponto de eu querer ler – até porque vocês que frequentam o blog já sabem que eu sou um pouco medrosa com séries de suspense/terror e que aos poucos estou vencendo o medo (YEP!) porque existem enredos maravilhosos com escritas fantásticas que eu quero conhecer. Quando a editora V&R me enviou Artistas de Ossos, que é um spin-off da série Asylum, eu avisei que não havia lido a série e me disseram que era tranquilo ler esse isolado, após ler, eu posso afirmar para vocês que esse livro foi feito para quem já conhece e gosta da série, porque ele foi feito para sanar dúvidas durante o enredo dos livros, acredito eu, para quem lê o livro isolado só ficam perguntas sem respostas, eu, particularmente, ODEIO ler algo que só me deixe curiosa, mas não responda nada. Por isso, Artistas de Ossos não foi uma leitura muito prazerosa para mim, porque eu fiquei cheia de dúvidas, mas no restante da resenha vou deixar esse fato de lado e falar sobre as coisas boas do livro.

resenha artistas dos ossos madeleixe roux

Apesar de não conhecer o histórico dos personagens, a escrita de Madeleine é bem envolvente, eu fiquei virando uma página atrás da outra, super curiosa para o que iria acontecer, com o livro é bem fininho (110 páginas), eu li em poucas horas! Não posso falar do enredo porque a sinopse já diz tudo, por ele ser tão fininho qualquer coisinha já pode se tornar um spoiler – ainda mais que eu não li a série que originou o conto, ai que posso dar mancada sem querer com vocês.

Eu gosto bastante das diagramações da V&R, e dessa vez também fiquei bem satisfeita com a fonte escolhida, espaçamento entre as linhas, folha amarelada, pequenos detalhes em amarelo – a paleta de cores do livro é amarela e preta, tudo no trabalho de diagramação e gráfico contribuiu para uma leitura. A parte, gostaria de falar sobre a capa que é linda, logo que recebi mostrei para várias pessoas, gostei mesmo do trabalho feito!

resenha artistas dos ossos madeleixe roux2

Depois de ficar cheia das dúvidas, eu acabei lendo as sinopses dos outros livros de Asylum para descobrir quem diabos era o Oliver, aparentemente, ele só aparece no segundo livro da série e é um personagem importante, então para quem já é fã da série, esse spin conta a história do Oliver antes que ele conhecesse os outros personagens na faculdade. Se você já é fã, vai amar! Se ainda não é, eu aconselho comprar os outros livros da série para não ficar perdido igual eu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *