Inseparáveis – Kyra Davis

Inseparáveis resenha kyra davis
Autor: Kyra Davis
Título Original: Binding Agreement
Editora: Editora Suma de Letras
Nota: 2,8

Sinopse:Uma noite em um hotel de Las Vegas mudou a vida de Kasie. Ela estava prestes a se casar, mas acabou se entregando ao bilionário sexy Robert Dade. Agora que ganhou uma promoção na empresa em que trabalha, cujo maior cliente é justamente ele, ela percebe que poder não tem o mesmo significado para os dois.

O relacionamento com Robert começa a afetar sua carreira e a vida em família, e ele se torna cada vez mais controlador. Ela é seduzida pelo homem bem-sucedido, pela emoção da aventura, pelo prazer ao sentir o toque dele, pelo desejo que a domina com apenas um olhar. No entanto, essa paixão a está levando para um caminho que talvez ela não queira seguir. Afinal, será que Kasie poderá pagar o preço de tanto poder e sedução? Será que ela realmente conhece esse homem que diz que daria tudo a ela… ou ele continua sendo um estra

Atributo Nota
Capa 5
Enredo 2
Escrita 3
Personagens 2
Final 2
Classificação geral 2,8

Eu gostei tanto da Kasie no primeiro livro da série Apenas uma noite, O Estranho, eu tinha esperanças que esse livro ia acalmar o meu coração carente da trilogia Eu te vejo, da Irene Cao, que eu ainda não superei a perda diga-se de passagem. Mas, Kyra Davis quis inventar demais e o livro ficou pesado e cansativo, o que não costuma ser característica de um livro erótico, o primeiro livro se desenvolveu tão bem e era tão promissor, considerei uma pena!

No segundo volume eu já achei que tinha sido um pouco forçado, mas em muitas trilogias isso acontece, o segundo perde um pouco o rumo, mas no terceiro as coisas melhoram, eu decidi pagar pra ver antes de tirar uma conclusão da série. Mas, no terceiro livro a autora insistiu e eu não acredito que tenha funcionado. No segundo livro, Kasie termina com seu noivo de anos, que ela percebe que não é o ideal para ela por muitos motivos – e eu achei o rumo que a autora deu para o personagem do Dave, lamentável e forçado, a personalidade do personagem não foi trabalhada o suficiente, faltou empenho da autora.

inseparaveis kyra davis resenha

Enfim, no terceiro volume temos uma Kasie confusa, sem rumo, tudo que ela sempre almejou para sua vida virou de cabeça para baixo com a entrada de Robert em sua vida. Mas, ao lado de Robert, Kasie perde sua personalidade, ele se revela super controlador e quer interferir em tudo que ela faz. Ficou contraditório, no ínicio da trilogia, eu gostei do Robert porque ele queria trazer à tona o melhor da Kasie, queria que ela fosse corajosa para enfrentar o mundo e mostrar à todos o que ela queria mesmo e fazer o que bem entendesse, principalmente, com seus pais, sem se preocupar com a sombra da irmã, aí ele fica pior que todo mundo! Dizendo como ela deve ser, o que ela deve fazer, achando que ele sabe o que ela quer! Em Inseparáveis, Robert se tornou de princípe á vilão.

trilogia apenas uma noite kyra davis
Eu perdi completamente a empatia que eu tinha por ambos os personagens, eles começaram a delirar muito, a autora usou muito sentido figurado e eu achei que o livro perdeu o sentido, o gênero de literatura erótica quando não tem um cenário muito bom de fundo (por exemplo, explora uma cidade linda), costuma ser leve e tranquilo. A escrita me deixou cansada, sendo repetitiva, e o enredo não impressionou. Irene Cao continua em seu pedestal para mim, intacta!

Sempre digo para vocês tirarem a conclusão de vocês, essa é a minha opinião, mas cada livro pode ser lido de diversas maneiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *