O Segredo da Plataforma 13

 

o segredo da plataforma 13
Autor: Eva Ibbotson
Título Original: The Secret of Platform 13
Editora: Rocco
Nota: 5
Adicione no Skoob | Compre

Sinopse:  

Embaixo da Plataforma 13, na estação de trens Encruzilhada dos reis, existe uma porta secreta que leva para uma ilha mágica…
A porta se abre apenas a cada nove anos. E quando isso acontecer, quatro figuras misteriosas vão pisar nas ruas de Londres. Um mago, um ogro, uma fada e uma jovem bruxa têm a missão de encontrar o príncipe do seu reino, roubado quando bebê, nove anos antes. Mas o príncipe transformou-se num horrível menino rico, chamado Raimundo Trottle, que não entende nada de mágica e está determinado a não ser resgatado.

Resenha: Cada país tem seu próprio gampi, um monte especial de terra com capim que esconde uma porta que a cada nove anos abre e revela um túnel para outro mundo. Na grã-bretanha essa porta encontra-se plataforma 13 na estação Encruzilhada dos Reis, em Londres. Essa porta era a ligação entra a Terra e a Ilha (Avalon, Terra de São martinho, Lugas das Névoas repentinas são outros nomes dados).

Nessa Ilha havia um Rei e uma Rainha que moravam numa casa branca, de cômodos simples e frescos, com janelas sempre abertas, numa baía de areia dourada, cheia de conchas. Nada de jóias, palácios enfeitados e tronos desconfortáveis. Apenas a batida das ondas e o suave sussurrar do vento. No ano de 1983, a rainha teve um bebê e ficou absolutamente encantada com o filho. Desde que a criança nasceu, todos queriam cuidar dela, mas Sua Alteza acabou escolhendo Violeta, Lili e Rosa, as trigêmeas, que eram enfermeiras treinadas e sabiam trocar fraldas, proteger do vento e cozinhar verduras. E, por algum tempo, tudo correu muito bem.

Quando estava com três meses de idade, porém, o bebê desapareceu. Durante nove anos o povo da Ilha ficou de luto, as sereias choraram nos rochedos e os estudantes contavam os dias que teriam de passar até o príncipe ser trazido de volta. Longe dali, entretanto, um menino chamado Raimundo Hutingdon Trottle de nada sabia. Para completar não gostava e não entendia nada de mágica. E pior, muito pior, faria qualquer esforço para não ser encontrado, assim começa a nossa aventura em resgate ao principe!

Contexto Local e época – Londres

Londres: Ai Londres é muito amor, não vejo a hora de poder viajar pra lá! Não é a toa que tantos livros foram inspirados nessa cidade maravilhosa, vou colocar aqui só um pouquinho porque não tenho dúvidas que você já ouviu falar de lá. 
Londres (em inglês: London) é a capital da Inglaterra e do Reino Unido.
 Londres dos pubs e do Big Ben apresenta muitas facetas ao mesmo tempo. Pode ser romântica, alternativa, antiga, moderna, boêmia, consumista, artística, fashion, esportiva, careta, desvairada… Em resumo, uma terra de vanguarda, cosmopolita e com arquitetura espetacular, onde caminhar por suas ruas é uma verdadeira aula de história e liberdade. Tudo isso porque, nos séculos passados, a cidade foi palco de importantes transformações culturais e dita tendências até hoje.

Estação Encruzilhada dos Reis (King’s Cross) de fato existe e não muito por acaso (veja em curiosidades) lá também é onde o Harry Potter embarcava para hogwarts, existe até um ponto para tirar fotos lá com a plataforma  9 3/4

 


Atributos Técnicos: O livro publicado pela Rocco tem páginas bem brancas isso pode causar um certo cansaço nos olhos, mas as letras e frases são bem espaçadas  e o tamanho da fonte é legal. Não atrapalha a leitura, o estilo é descontraído e leve, as palavras são fáceis uma vez que o público do livro é infanto juvenil, eu mesma li o livro com 12 anos.

Curiosidade
: Muitas pessoas acusam a JK Rowling de plagiar elementos de O segredo da plataforma 13 em Harry Potter. Então, se você gostou de Harry Potter vai amar esse livro 🙂

Conclusões: Antes que coleções de sucesso viessem como Percy Jackson, O segredo da Plataforma 13 foi lançado para atiçar a imaginação de adolescentes. Eu posso falar, principalmente, porque fui uma dessas juvenis influenciadas! Posso dizer que a minha grande paixão por livros de fantasia veio depois desse livro em especial, foi a época na qual eu comecei a devorar livros. A trama é envolvente e muito divertida, ideal para pais lerem com seus filhos também. Além de ser uma história de fantasia fora do comum e do “clichê” o livro traz uma reflexão ótima para crianças em desenvolvimento de caráter. O importante é frisar que esse livro é infanto-juvenil, caso você leia mais tarde pode parecer muito fácil de resolver e você pode odiar o livro – bem parecido com o que acontece em Desventuras em Série (que eu ainda vou resenhar aqui).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *