A garota que você deixou para trás – Jojo Moyes

resenha a garota que deixou para trás
Autor:  Jojo Moyes
Título Original: The Girl You Left Behind
Editora: Editora Intrínseca
Nota: 4,8

Sinopse:Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard.  Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado.

Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.

Atributo Nota
Capa 5
Enredo 5
Escrita 5
Personagens 4
Final 5
Classificação geral 4,8

 Resenha: Depois de ler “Como eu era antes de você, eu fiquei curiosa para conhecer outros livros da Jojo Moyes, afinal, quem escreve um livro tão incrível, deve ter outros ótimos também, né?! Pois bem, A garota que você deixou para trás não me decepcionou, mais uma vez a autora me deixou completamente hipnotizada por sua riqueza de detalhes e sua quebra de zona de conforto. Jojo Moyes não escreve romances que nós somos capazes de prever o final, ela sempre surpreende e muitas vezes até deixa um gostinho amargo, isso me encanta completamente!

Créditos: Blog Borboletas na Carteira
Créditos: Blog Borboletas na Carteira

A garota que você deixou para trás cruza a história de duas mulheres, uma é Sophie que vive durante a Primeira Guerra Mundial e vê o amor de sua vida ir para guerra, enquanto ela fica em seu país, França, e precisa lidar com todos os desafios de estar em uma cidade ocupada pelo inimigo, cuidar de sua família, esquecendo muitas vezes de si mesma e sobrevivendo na esperança de reencontrar seu amado – nem que para isso ela precise colocar seu orgulho e sua reputação em jogo.

De outro lado, temos Liv, uma jovem viúva que luta todos os dias para lidar com a dor da perda em sua enorme casa de vidro. O que as duas tem em comum? Um quadro, muito especial, e quem vai ligar a história das duas é um “resgatador” de arte. Esse não é o primeiro livro que eu leio onde um dos personagens principais é um negociador de arte, acho que essa profissão está sendo bem explorada na literatura e descobri que amo o tema, cada vez que leio mais um livro com derivações da profissão fico mais e mais encantada – se vocês conheceram algum livro que ainda não li/resenhei, me avisem!

Confesso que para mim, a melhor personagem foi a Sophie, eu gostei da habilidade da Jojo de ligar passado e presente de forma tão intensa, mas eu sempre gosto mais de personagens de outras épocas, acho que deixa tudo mais mágico e a profundidade dos sentimentos dessa francesa despertaram felicidade, tristeza, compreensão e carinho. Tanto que única razão de não ter dado nota 5 é porque a Liv não foi uma personagem que me despertou empatia, eu gostava dela no início, mas algumas atitudes me deixaram na dúvida e tornaram alguns capítulos cansativos.

Além da Sophie, adorei conhecer seu marido, Édouard Lefèvre, uma artista excepcional que foi influenciado por artistas que eu amo e estudei na faculdade, o capítulo no qual a história dele é contada é uma verdade aula de história de arte, escrita com muita competência e fidelidade.

Eu li no kindle então não posso julgar a diagramação do livro, uma vez que eu escolhi como diagramar no dispositivo. Mas, não encontrei nenhum erro de ortografia e as traduções da Intrínseca costumam ser perfeitas desde o título até expressões complexas, eu, particularmente, gosto do formato da editora.

Mais uma vez, Jojo Moyes foi capaz de arrancar meu fôlego e muitas lágrimas, como sempre, uma BELA ressa literária, mas que valeu a pena cada página <3

0 thoughts on “A garota que você deixou para trás – Jojo Moyes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *