Desastre Iminente

desastre iminente resenha
Autor: Jamie McGuire
Título Original: Walking Disaster
Editora:  Editora Verus

Sinopse:

Travis perdeu a mãe muito cedo, mas, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida – ame muito, lute mais ainda. Tendo crescido em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão. Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy. Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis ‘Cachorro Louco’ Maddox vai ser derrotado por uma garota?

Resenha: Começarei pelo fato de que eu li primeiro o livro “errado”, o primeiro livro a ser lançado foi Belo Desastre que é narrado pela Abby e não Desastre Iminente que é narrado pelo Travis, eu tinha lido muitas resenhas sobre esse livro falando super bem então decidi ler, porém, na hora de comprar eu me confundi e levei a versão do Travis.

Travis Maddox é um cara galinha, é assim com que lida de alguns traumas da infância como ter perdido sua mãe cedo demais. Ele acredita que poucas garotas merecem seu respeito, como não achou nenhuma que “vale a pena” prefere tratar todas como brinquedos sexuais. Afinal, para ele, sexo é bom e ele adora, mas se envolver emocionalmente está fora de cogitação.

Abby é uma garota reserva, a primeira vista meiga e tímida. Mudou de cidade ao lado da melhor amiga, Abby, para cursar faculdade e esquecer o seu passado, quer ser alguém diferente e ficar longe de problemas o máximo possível. Juntos, Abby e Travis, vão descobrir que suas idéias sobre a vida e de como vão levá-la podem ser distorcidas a partir que um entra na vida do outro.

Ao contrário de muitas resenhas e opiniões positivas sobre o livro, infelizmente, eu não gostei tanto assim. O ínicio do livro chamou minha atenção e li razoavelmente rápido, porém, na metade eu comecei a enjoar e fechei o livro e fui ter coragem de pegá-lo muitos dias depois, achei bem chatinho e morri de preguiça. Eu esperava uma Abby muito determinada e chega de garra pelo o que li em outras resenhas, mas o que encontrei foi uma garota imatura e que não sabe lidar muito bem com relacionamentos – não que eu acredite que alguém saiba lidar 100%. Mas, achei algumas atitudes infantis o que foi contra ao que eu li a respeito da personagem.

Apesar de Travis parecer se o tal bad boy irresístivel, não me deixei seduzir por ele… Acredito que Travis como muitos homens problemáticos carrega um trauma, mas que no fundo só veste uma máscara que pode ser quebrada, mas nem por isso deixa de ser explosivo e ter decisões erradas, na verdade, acho que no lugar de Abby eu fugiria mais do que rápido porque teria medo de conviver com alguém tão instável.

Achei que o livro em determinado ponto perdeu referências e não dá ao leitor material o bastante para se contextualizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *